sexta-feira, 10 de junho de 2011

MEIO AMBIENTE EDUCAÇAO INFANTIL



Meio Ambiente

Cuidar da vida também é coisa de criança
ÂÂ Justificativa
Na idade escolar, as crianças estão “conhecendo o mundo” (Freire, 1992), sentindo,
observando, identificando-se e envolvendo-se cada vez mais com o meio em que vivem. Neste
momento, em que constroem conceitos, desenvolvem atitudes e valores fundamentais
para a vida, é muito importante que elas sejam levadas a observar e analisar fatos e situações
ambientais, de maneira crítica, para atuar de modo reativo e propositivo, garantindo, assim,
um meio mais saudável e boa qualidade de vida.
ÂÂ conteúdos
Conceituais:
• Conhecer e compreender, de modo integrado e sistêmico, as noções básicas relacionadas
ao meio ambiente.
• Reconhecer que o equilíbrio da natureza é essencial para a vida na Terra.
• Analisar a ação do homem na transformação do meio ambiente.
Procedimentais:
Demonstrar ações de participação e colaboração na preservação do meio ambiente;
na manutenção da limpeza dos ambientes em que vive, nas formas de evitar o desperdício,
no envolvimento em campanhas e trabalhos relacionados com as questões ambientais.
Atitudinais:
• Praticar atitudes ecologicamente correta; sentir respeito pela natureza e a vida.
• Comportar-se de maneira crítica diante do consumismo exagerado e demonstrar
senso de responsabilidade e solidariedade no uso de bens comuns e recursos naturais,
de modo a respeitar o ambiente e as pessoas de sua comunidade.
• Preocupar-se em adotar posturas na escola, em casa e em sua comunidade e a
interações construtivas, justas e ambientalmente saudáveis.
Público-alvo:
Educação Infantil
Tempo estimado:
Aproximadamente 15 dias

MEIO AMBIENTE
Material necessário
• revistas e jornais
• tesoura sem ponta
• cola
• lápis de cor
• garrafas PET 2 L ( para o terrário)
• pedrinhas de aquário
• carvão e terra vegetal
• mudinhas de plantas
Desenvolvimento
O trabalho com o tema “Meio ambiente” tem como função principal contribuir para a
formação de cidadãos conscientes, aptos a decidir e atuar na realidade socioambiental; levar
a mudanças de comportamento pessoal e a atitudes e valores de cidadania que possam trazer
consequências sociais importantes.
Portanto, deve garantir várias situações em que, ao observar e refletir sobre a realidade,
os alunos possam pôr em prática sua capacidade de atuação.
Assuntos pertinentes ao tema serão abordados, discutidos e colocados em prática,
em momentos de “chamada de atenção” para o problema, convidando a comunidade educativa
a pensar junto.
Avaliação
A avaliação será realizada considerando o envolvimento e o interesse do aluno diante
de situações relacionadas ao tema, à sua participação e mobilização dos conhecimentos em
atividades que envolvam posicionamento e que demonstrem valorização do meio ambiente.
Orientações ao (à) professor(a)
• As atividades propostas devem priorizar discussões e análise dos fatos. Como o
tema é bastante abrangente e interdisciplinar, ele poderá ser ampliado em algumas
situações, de acordo com o interesse dos alunos e o tempo disponível para
que isso aconteça.
É importante que os alunos sejam estimulados a falar e a se posicionar diante das
questões, mais do que simplesmente realizar atividades didáticas.
• O terrário é uma atividade bonita e interessante. O ideal seria que cada aluno construísse
o seu. Caso não seja possível, faça um para cada grupo de alunos. Faça,
junto com eles, um registro de tudo que observam e o que acontece. Apresente,
depois, para toda a escola, o(s) terrário(s) da turma.
• A sugestão do plantio de uma pequena árvore ou arbusto tem como objetivo fazer
com que as crianças se sintam responsáveis por um ser vivo.
• Incentive os alunos a usarem técnicas diferentes para os desenhos (pintura, colagem,
dobradura).

Nenhum comentário:

Postar um comentário