sábado, 30 de abril de 2011

PROJETO livro “ A colcha de retalhos”


PROJETO COLORIDO



Objetivos
- Estimular o respeito à diversidade.
- Formar cidadãos preocupados com a coletividade.
- Evitar a discriminação seja pela cor, raça, ou classe social.
- Trabalhar atividades que desenvolvam valores.
- Conscientizar as crianças da importância da diferença.
- Compreender a desigualdade social como um problema de todos e com uma realidade passível de mudanças.
- Adotar posturas na escola, em casa, em nossa comunidade que nos levem a interações construtivas e justas.


Ano
Pré-escola



Tempo estimado
1 bimestre


Justificativa
É impossível fechar os olhos e fingir que não há discriminação contra negros, indígenas, migrantes, portadores de deficiência,mulheres, etc... Ao mesmo tempo que a sociedade reafirma a inclusão, vemos tanta intolerância contra tantas diferenças.
Ressalto a importância da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, desdobrada aos Parâmetros Curriculares Nacionais, que vem trazer o tema pluralidade cultural para ser pensado e vivido por professores e alunos, uma vez que temos tantas dificuldades em lidar com a diversidade.
Escolhi trabalhar com este assunto de maneira global, sem destacar uma discriminação específica, pois acredito que a criança de educação infantil não manifesta estas visões com tão pouca idade. A sociedade, com o passar do tempo é que lhe mostra tais absurdos.
Comprovando a minha opinião , parto do princípio que quanto mais cedo o assunto começar a ser tratado, melhores adultos estaremos formando.


Materiais utilizados

Retalhos de tecidos de diversas cores e estampas, linha, agulha, botões, papel, lápis de cor, giz de cera, espelho.



Estratégia

Tome como ponto central a leitura do livro “ A colcha de retalhos” ( Conceil Correa da Silva, Nye Ribeiro Silva) que retrata a história da avó que costura uma colcha através de pedaços diferentes de tecido. Com este gesto ela mostra à neta a importância de resgatar valores e diferenças. A colcha mostra que, depois de pronta se torna única e poderá ser utilizada por todos.
Ele também traz a importância da relação afetiva entre a avó e a neta, mostrando valores e respeito com os mais velhos.



Procedimentos

Cada criança deverá trazer de casa retalhos de tecidos, todos do mesmo tamanho. Durante o bimestre a história é lida aos poucos, na roda de conversa e neste mesmo momento a professora começa a costurar uma colcha com os retalhos trazidos pelas crianças. Nesta conversa são passados valores e ensinamentos. A diferença dos retalhos mostra a diversidade cultural.
Durante cada semana elabore uma atividade diferente, sempre depois da leitura e logo após costurar um pedaço da colcha.


Atividade1
Ler e ouvir histórias que tratem da diversidade e valorizem o respeito à diferença. Peça que todos comentem. A roda de conversa pode ser aproveitada para debater eventuais conflitos gerados por preconceitos.
A leitura de parlendas e cantigas tradicionais também são bem aceitas pelas crianças. Desde de muito pequenas elas adoram as cantigas, quadrinhas, parlendas e demonstram muita facilidade em memorizá-las. Além de serem textos ricos por trazerem consigo as culturas regionais, são textos privilegiados por promover a aquisição de um novo vocabulário e, na alfabetização, permitirem a correspondência entre a escrita e a leitura.

Atividade2
Convidar os pais para fazer, junto com os filhos, uma oficina de brinquedos. A participação dos pais é fundamental para se colher bons frutos na educação, lembrando que, às vezes precisamos educá-los também. (oferecer material necessário).
Depois de prontos deixá-los expostos à disposição na sala de aula. As crianças criam laços com estes objetos e posso trabalhar com a discriminação aos brinquedos. Eles poderão também levá-los para casa.


Atividade3
Passar uma vez por semana um filme que enfoque como tema as diferenças. “Shrek”, “ Happy feet”, “Irmão Urso”, “Casa Monstro”, são alguns temas que Trabalham as diferenças de várias maneiras.


Atividade 4
Como o livro abre um espaço para receitas culinárias, peça aos alunos que tragam receitas de diferentes culturas da cozinha brasileira. Com a ajuda dos pais , que farão a receita em casa, fazemos um momento de degustação na sala de aula, onde resgatamos as culturas regionais.


Atividade5
Para aproveitar a idéia da colcha, podemos trabalhar o tema no 3º bimestre, costurando para o dia dos pais uma almofada de retalhos. Com a ajuda das mães, juntamente com as crianças, montaremos as almofadas com diversos retalhos.


Atividade6
Deixar que as crianças se olhem no espelho. As diferenças vistas olho no olho são melhores observadas: o cabelo, a cor da pele, o tipo físico. Depois pedir que representem através do desenho.


Avaliação

Observe em brincadeiras e falas se as crianças aceitam bem a diversidade e se todas valorizam suas origens e auto-imagem.
Depois de pronta a colcha pode virar uma toalha para a mesa do lanche, assim sempre será lembrada como fruto de um estudo único e primordial na educação infantil.

Um comentário:

  1. Gostaria de receber novas sugestões de atividades para este Projeto do livro Colcha de retalhos.

    ResponderExcluir