segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Estratégias em sala de aula e em avaliações para alunos com dificuldades de aprendizagem




Estratégias em sala de aula e em avaliações para alunos com
dificuldades de aprendizagem

(baseado no workshop CADIN 28.jan.10)

Resumo ( Márcia Chiolas)



Ponha – se no lugar do aluno com as limitações e dificuldades com que é confrontado
a toda a hora na sala de aula, o que parece rotineiro e simples pode ser um obstáculo
gigante para estes alunos …

Exemplos :

Um aluno Hiperactivo ou com Défice de Atenção – é muito difícil manter a atenção na
mesma actividade, mais de 2 minutos … em passar os conteúdos do quadro , em estar
sentado, em fazer sem interrupções o mesmo exercício, pois quando volta ao exercício
já não se lembra do que estava a fazer… já se perdeu com outros assuntos não sei
quantas vezes…

Um aluno com Dislexia ou Dificuldades na Leitura e Escrita – Ao ler um texto altera o
que lá está e não percebe o conteúdo… nas perguntas sobre um texto que não
percebeu muda lhe o sentido, logo, responde coisas que não têm nada a ver… o que
passa do quadro tem erros… quando vai ler o que escreveu, também não faz sentido…
nos apontamentos para estudar para o teste acontece o mesmo…

Aluno com Défice Cognitivo - metade das coisas que lhe são transmitidas não lhe
fazem sentido…para além de não perceber metade das palavras que lê, no decorrer do
discurso do professor perde-se em palavras que não sabe o significado e em contextos
que não percebe…

Enfim… são tantos os exemplos, que nunca acabaríamos de enumerá-los todos.

Vamos facilitar lhes a vida , dificuldades já encontram muitas no seu dia a dia.

O objectivo não é o facilitismo, mas o aluno ao perceber que é capaz, que consegue
bons resultados não desiste e empenha-se, torna-se mais trabalhador e não se sente
abandonado dentro da sala.

O nosso papel é ajudar a construir nestes alunos capacidades de funcionalidade , de
autonomia, de auto estima para se tornar um adulto feliz e com reais capacidades de
ser integrado na sociedade.

É importante adequar sempre as nossas acções ao aluno que temos á nossa frente,
com as suas características únicas, num trabalho individualizado e eficaz.

Esperamos que este pouco sirva para alguma orientação… ou mesmo uma base para a
compreensão dos alunos com necessidades educativas especiais!!!








ADAPTAÇÕES ________________________________________________________

- Quais as competências importantes a desenvolver com este
aluno ( este conteúdo é importante para a funcionalidade deste aluno?
Como o vai utilizar no dia a dia?)

Dos conteúdos - Adaptações à sequência dos conteúdos

- Adaptações ao tempo necessário para transmiti-los, adequado
a cada aluno



No processo de ensino/aprendizagem – Estratégias de ensino para transmitir o
conteúdo e organização do ambiente (Lugar onde
está o aluno e atenção em organizar grupos)

- Atenção aos “rótulos” e observações que faz do
aluno em frente à turma, use termos que ajudem
a turma a integrar o aluno (boa, tu consegues,
bom trabalho…) e não a excluí-lo (despacha-te,
olha para isto!, não podes ir ao quadro dás muitos
erros e nunca mais saíamos daqui…)

- Avaliações informais

Na avaliação - Avaliar progressos regularmente

- Elaborar testes de acordo com a real funcionalidade e competências
do aluno, aquilo que realmente consegue apreender , não reforce as
dificuldades e aprendizagens especificas do aluno



FICHAS DE AVALIAÇÃO _________________________________________

Na Introdução

-Breve e simples

-Evitar a palavra NÃO e o NUNCA ou então sublinhá-las, destacá-las

-Instruções para cada pergunta

-listar instruções verticalmente( EX.em vez de a,b,c , colocar a)

b)

c)

-Sublinhar, aumentar, por a negrito as palavras chave da instrução


Durante o TESTE

- Ter em conta :

A compreensão

A percepção

O tempo

A ansiedade

O Espaço

- Definir palavras menos familiares e conceitos abstractos

- Dizer ao aluno o objectivo do teste

- Evitar ditar instruções

- Analisar cada uma das instruções antes do teste

- Durante o teste o professor deve percorrer a sala para se aperceber de alguma
dificuldade que o aluno tenha e que não verbaliza



Organização dos Testes

- Utilizar só a matéria dada na sala

- Apresentação apropriada

-Ajustar o nível do teste á funcionalidade e competência do aluno

- Testes curtos e com secções curtas

- Fornecer modelos de itens respondidos correctamente

-Colocar na mesma página o mesmo tipo de perguntas

- Consultar os alunos durante o teste

- Evitar textos extensos

- Poucas questões por página

- Organizar o teste para que as primeiras perguntas tenham mais cotação

- Numerar todas as páginas e questões

- Ter em atenção a complexidade da linguagem




Tipo de Teste

- O mais adequado para estes alunos são os testes com respostas múltiplas ou
verdadeiro ou falso.

Escolha Múltipla

- Evitar muitas opções

-Evitar opções confusas (Este ou aquele, todas as anteriores…)

- Deixar o aluno circular a resposta certa

- Não pedir para copiar a resposta

- Alinhar verticalmente as respostas

- Ser consistente na organização gramatical

- Evitar mais de dez questões com escolha múltipla

- Eliminar respostas aproximadas da resposta certa

- Se possível dar pontos pelo raciocínio mesmo que a resposta esteja incorrecta



Resposta por correspondência

- Colocar todos os itens na mesma página

- Colocar espaço extra entre os itens

- Utilizar pequenos grupos de itens

- Evitar ligar com linhas (fica confuso)

- Coloque os itens da coluna da direita por ordem alfabética (ajuda na localização)

- Usar itens manipulativos (cartões,imagens…)

- Colocar uma resposta fantasma(absurda) numa das colunas

- Dar um exemplo correcto

- Colocar a coluna mais longa do lado Esquerdo



Respostas Verdadeiro ou Falso

- Não utilizar mais de 10 questões por teste

- Evitar pedir para transcrever as resposta correcta ou falsa


- Colocar Verdadeiro e Falso no final de cada item e deixar o aluno circundar a resposta
correcta



Respostas para Preencher e Espaços

-Evitar frases descontextualizadas (ex. frases retiradas de textos)

-Espaços em branco de acordo com o tamanho da resposta

-Fornecer a lista das palavras imediatamente a seguir á questão ou usar a lista numa
folha independente do teste

-Se uma palavra vai ser usada mais do que uma vez ,repeti-la na lista o número de
vezes que for para usar

- Dividir o teste por secções de 5 questões cada



Respostas de desenvolvimento

- Dividir as perguntas de desenvolvimento em duas ou três perguntas de resposta mais
curta.

- Dar respostas curtas e o aluno poder circundar a resposta correcta

- Descrever o que se espera, dar recomendações, ajudar na organização

- Quando possível deixar o aluno ditar as respostas e alguém escreve por ele



Organização dos Testes

- Colocar só matéria dada nas aulas

- Apresentação apropriada

-Ajustar o nível de teste ao aluno

- Testes curtos e com secções curtas

- Fornecer modelos de itens correctamente respondidos( dar exemplo ).

- Colocar em cada página/secção o mesmo tipo de perguntas o mesmo tipo de
respostas

- consultar os alunos durante o teste

- evitar textos extensos

- Colocar poucas questões por página


- Numerar todas as páginas e questões

- Linguagem simples

-Colocar o texto numa página e as perguntas noutra

- Separar os vários tipos de perguntas com espaços grandes ou uma linha

- Não penalizar o aluno pela ortografia e gramática (dependendo da problemática do
aluno ) ,valorizar o esforço do aluno.

- Dar oportunidade, se necessário, do aluno repetir o teste

-dar incentivos –quadro de honra…



SUGESTÕES:

- deixar o aluno fazer o teste noutro ambiente

- responder oralmente

- utilizar reforços positivos

- atenção individualizada, verificar as respostas

- pedir ao aluno para rever o teste no final

-deixar o aluno fazer o teste no computador

-repetir o teste escrito oralmente

- fazer o teste em dois dias

- fazer intervalos durante o teste

- tempo ilimitado para acabar o teste

- evitar termos como “despacha te”, “tanto tempo”

- dar teste antes para o aluno praticar

- sublinhar palavras –chave

- dar um plano de resposta

-treinar os vários tipos de perguntas e respostas

- dar um guião de estudo

- estratégias de preparação para os testes



PROCESSO DE ENSINO _________________________________________


- ECRERE (Estrutura, Clareza, Redundância, Entusiasmo, Ritmo e envolvimento máximo
do aluno)

- Priorizar a instrução

- Adaptar a instrução ao material e ao envolvimento dos alunos

- Avaliar os resultados sistematicamente

- Adequar o tempo de apreensão dos conteúdos

- Não desistir do aluno, ignorando-o

- Se para a turma está a transmitir um conteúdo difícil e desnecessário ao aluno nee
dê-lhe outra tarefa que consiga fazer com entusiasmo e autonomamente dentro dos
conteúdos da disciplina

-Dê-lhes responsabilidades (trabalhos de casa, trabalhos em grupo,responsabilidades
que contribuam para a auto estima e autonomia ,não para a frustração)



AMBIENTE DA SALA _________________________________________

- Atitude do professor promotor de auto estima (atenção aos comentários destrutivos
em frente da turma, atenção aos rótulos, as chamadas de atenção e criticas devem ser
pela positiva e construtivas)

- sala sem focos de informação(distracção)

- Alunos nee nas carteiras da frente

- Atenção aos trabalhos de pares e em grupo (organizados pelo professor, deixam o
aluno menos ansioso e mais seguro, ajudam a turma a arranjar estratégias de inclusão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário