quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

PROJETO TARSILA DO AMARAL




TARSILA DO AMARAL
Obra Operários:
Grupos podem fazer releituras diferentes, usando papel craft, colando gravuras de revistas. Exemplos:
Proposta de trabalho: Colar gravuras de rostos e prédios modernos tendo como basa a obra Operários
Proposta de trabalho: Colar gravuras de flores e desenhar as chaminés de fábricas, tendo como base a obra Operários.
Proposta de trabalho: Colar gravuras de rostos e desenhar chaminés de fábricas, tendo como base a obra Operários.
Fonte: Revista da Editora On Line- Projetos Escolares - Ensino Fundamental
Obra Manteau Rouge:
Leitura Informativa da propaganda do perfume Tarsila Rouge da Boticário.
Tarsila Rouge homenageia o poder e a atitude da mulher brasileira.
Tarsila, uma das primeiras brasileiras a creditar que você pode ser o que quiser.
Inovadora, exótica e marcante. A fragrância Tarsila Rouge, que o Boticário lançou em homenagem ao Dia Internacional da Mulher traduz na sua família olfativa oriental-ambarada o espírito inquieto, livre e intenso da artista plástica Tarsila do Amaral. As notas de saída são um blend de bergamota, mexirica, pimenta-preta e pêssego; as de corpo são flor de lótus, magnólia e jasmim e as de fundo, madeiras de cashmere, musk e baunilha.
O produto dessa combinação resulta em um perfume que celebra a atitude e elegância de uma das pioneiras do modernismo brasileiro. “Desenvolvemos uma fragrância muito elegante e, ao mesmo tempo, sensual. Ela deveria ser marcante como Tarsila do Amaral”, diz o perfumista Jean-Pierre Bethouart, que ao lado de Eurico Mazzini, da Casa Firmenich de Paris, desenvolveu Tarsila como uma obra de arte que exalta a presença, a beleza e a atitude da mulher brasileira.
Junto do perfume, é oferecido um batom exclusivo, na cor vermelha que atende a todos os tons de pele da mulher brasileira. A embalagem segue a mesma linha da fragrância e a cor passou por um longo processo de desenvolvimento. É exuberante como uma verdadeira obra-prima.
Produto premium e em edição limitada da perfumaria do Boticário, Tarsila tem sua embalagem inspirada na obra “Manteau Rouge”, alusiva a um casaco, ou manto, vermelho usado pela artista num jantar oferecido a Santos Dumont, em Paris. O look vibrante de Tarsila impressionou tanto os convidados, a ponto de a musa do movimento modernista se transformar no centro de atenções da festa. Ao sair do evento, feliz pelo frisson causado, pintou o auto-retrato e deu-lhe título em francês. A tela foi um dos destaques da exposição em Paris em 2005, no último grande evento do Ano do Brasil na França.
A forte identificação do Boticário com o trabalho da artista está justamente na forma como o Brasil é retratado em suas obras, através da evidência de cores e dos temas da cultura e cotidiano do povo brasileiro. Além disso, Tarsila do Amaral é sinônimo de modernidade, inovação e ousadia. Seu trabalho inovador contribuiu para mudar o rumo das artes no país. É com a inspiração da obra de Tarsila do Amaral e a ambiência plena de inovação gerada por Tarsila Rouge que o Boticário homenageia a atitude, o poder e a beleza da mulher brasileira.
Apreciação da obra: Manteau Rouge ( 1923)
O manteau Rouge( casaco vermelho) é seu auto-retrato, criado após um jantar em Paris – em homenagem a Santos Dumont.
Ela surgiu de vermelho, envolvente, marcante. E sua imagem foi motivo de inspiração também para o Boticário, na criação de Tarsila Rouge, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Conservadores, modernistas e moderados. Ninguém consegue ficar indiferente à atitude de quem é única. Assim como você!
Conhecendo a obra:
Defina auto-retrato com um tipo de pintura: (é a pintura em que o pintor pinta si mesmo).
O quadro traz características da arte modernista: (perguntas sobre as observações dos alunos). Em seguida, a conclusão:
O quadro mostra o retrato de uma mulher de cabelos pretos, presos. Boca pintada de vermelho, vestida com um casaco trazendo uma grande gola com destaque. Aparece uma das mãos e o colo nu.O fundo é azul e liso.
A obra não apresenta sinais de rugas, nem expressões faciais, constatando que Tarsila era uma pintora cubista, ou seja, ela usou formas geométricas.
Proposta de trabalho: Pintar com lápis de cor o manteau de vermelho.
Colar papel vermelho variado na gola.
Cada equipe fez um tipo de papel, como bolinha de crepom, estrelinhas e flores de papel laminado e papel lustre picado.
Podem fazer caricaturas no rosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário